10 motivos para viajar na Nova Zelândia

Você já se pegou pensando como seria viajar para a Nova Zelândia, se perguntou o que o país tem de bom ou não faz idéia do que encontrar lá? Confira “10 motivos para viajar na Nova Zelândia” e fique tentado de uma vez por todas!

1 – Segurança

A Nova Zelândia é um dos países mais desenvolvidos e seguros do mundo. Em muitas cidades as casas não possuem muros e algumas pessoas ainda têm o hábito de dormir com as portas abertas.
Policiais não portam armas no país e há poucos casos de furtos relatados, estes últimos geralmente em grandes cidades. Viajantes podem transitar livremente pelo país com seus pertences sem se sentir incomodados com o risco de ser assaltados.

2 – Um país que tem de tudo um pouco

Devido à formação geológica, posição geográfica e diversidade climática, a Nova Zelândia tem de tudo um pouco: praias, montanhas, lagos, dunas de areia, neve, florestas, geleiras, desertos, vulcões e fiordes, e muitos destes elementos estão bem próximos um do outro.
Como o país é basicamente formado por duas ilhas estreitas, nenhum ponto está mais distante do que 128 km do mar. Em um mesmo dia é possível esquiar em um vulcão ativo, dirigir alguns kilômetros por uma floresta densa e curtir o pôr do sol na praia!

Créditos: http://stayatbase.com/
Créditos: http://stayatbase.com/

3 – A cultura Maori

Os Maoris foram (e muitos ainda são!) um povo guerreiro, e a única forma que os ingleses encontraram para subjugá-los foi através de acordos econômicos, iniciados após a assinatura do Tratado de Waitangi.
De lá para cá os Maoris foram introduzidos na sociedade como neozelandeses e a maioria dos cidadãos do país, mesmo aqueles sem nenhuma descendência nativa, têm orgulho dessa identidade Nacional.
Infelizmente não é possível encontrá-los vivendo na mata, como algumas tribos da Amazônia, pois eles foram completamente inseridos na sociedade moderna. É comum encontrar Maoris ocupando altos cargos de poder, mas eles são também a maioria dos desabrigados no país.
Um bom exemplo da união Maori-Europeia é a famosa Seleção Nacional de Rugby, os All Blacks, atualmente a melhor do mundo. O time conta com jogadores de ambas as origens e a Haka, tradicional dança Maori, faz parte do ritual de preparação antes de cada partida. As forças armadas também adotam a cultura Maori como parte de suas celebrações.

4 – O país mais novo na Terra

A Nova Zelândia é considerado “O país mais novo na Terra” já que foi um dos últimos a ser habitado pelo Homem devido ao isolamento geográfico e também um dos últimos a ser colonizados por europeus. Boa parte do país permanece intocada e preservada, e o Governo faz um esforço tremendo para que permaneça assim.
Como a colonização inglesa foi tardia, a Nova Zelândia é um país pouco populoso (algumas pessoas brincam que há mais ovelhas do que pessoas no país). Para se ter uma idéia, o país tem praticamente a mesma área territorial que o Reino Unido, mas uma população de apenas 4.5 milhões de habitantes, enquanto este último conta com quase 65 milhões de pessoas.

5 – Facilidade em viajar

Com tantas belezas naturais, uma rede de estradas e transportes à longa distância eficientes, o turismo na Nova Zelândia já é uma das principais fontes de renda no país.
Em cada cidadezinha, por menor que ela seja, há um iSite (Centro de informações turísticas) com funcionários sempre prestativos e vários folhetos informativos sobre os tours locais e mapas da região. Hostels (chamados de Backpackers na Nova Zelândia) são encontrados facilmente em qualquer canto.
Prepare-se para encontrar um turista em toda e qualquer atividade que for fazer!
isite

6 – 1/3 do país são Parques Nacionais

Como uma das medidas governamentais para manter o status de um país verde, 1/3 do território Nacional da Nova Zelândia é ocupado por Parques Nacionais, todos muito bem sinalizados e repletos de atividades para famílias e aventureiros solo.

Abel Tasman National Park
Abel Tasman National Park

7 – Hospitalidade dos kiwis

Os neozelandeses, carinhosamente apelidados de kiwis, são conhecidos por ser amigáveis e muito prestativos, e as pessoas confiam muito uma nas outras.
É normal perguntarem “Como você vai?” ou “Como vai o seu dia?”, e eles estão realmente dispostos a ouvir tudo que você tem a dizer, mesmo que leve horas. Caso esteja perdido em algum lugar, alguém irá te perguntar se precisa de ajuda antes mesmo de você pedir por ela.
Dar carona está na cultura dos neozelandeses, além de confirmar que a Nova Zelândia é um país seguro e fácil de se viajar, e muitas vezes pode terminar em um convite para um chá, refeição ou até mesmo passar a noite sob o teto do motorista.

8 – Trilhas

Em um país com tanto verde e belezas naturais, opções de trilhas não faltam onde quer que se vá. Basicamente, todo Parque Nacional, montanha e área costeira tem alguma caminhada passando por lugares belíssimos, e todas elas muito bem sinalizadas e com a duração indicada.
A prática do trekking (ou tramping, como é chamado no país) é tão comum que existe um grupo seleto de trilhas conhecido como “As Nove Grandes Caminhadas”, que são trilhas de longa duração (de 3 a 5 dias) passando por lugares fantásticos nas quais é necessário reservar um lugar nas cabanas ao longo do caminho ou levar sua própria barraca.

9 – Água

Em tempos em que a água está se tornando um bem necessário escasso e casos de poluição e racionamento são cada vez mais comuns, a Nova Zelândia dá um show.
A água no país é abundante e considerada muito pura de acordo com os padrões internacionais. Muitas das residências não precisam pagar por água encanada, e a água da torneira já vem pura o suficiente para ser consumida.
Em Nelson Lakes National Park está Blue Lake, ou Rotomairewhenua na língua Maori, conhecido como o lago com a água mais clara do mundo!

Créditos: http://twistedsifter.com
Créditos: http://twistedsifter.com

10 – Esportes Radicais

Não da pra pensar na Nova Zelândia sem pensar em esportes radicais, não é verdade?
Além do primeiro bungy jump comercial do mundo em Queenstown, o país oferece também muitas opções de esqui, snowboard, paraquedismo, saltos de parapente, trilhas de mountain bike, rafting, zipline entre outros.
Não da pra viajar no país e sair sem tem feito pelo menos algum desses esportes!

Post Anterior
Próximo Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »