A região de Wellington

E a viagem pela Ilha Norte está chegando ao fim, com a cidade de Wellington, Capital da Nova Zelândia, como último destino. Porém, antes de chegar à Capital, aproveitamos a rota para conhecer alguns lugares marcantes e visitar locais onde foram gravadas algumas cenas da trilogia de “O Senhor dos Anéis”.
wellington nova zelandiaPróximo à baía de Palliser Bay, no litoral sul da Ilha Norte, estão os pináculos de Putangirua Pinnacles, onde predomina uma formação rochosa erodida pela água dos rios e chuvas ao longo de vários anos, formando várias pilhas de rocha ao longo do vale.

Após uma caminhada de 20 minutos junto à um pequeno riacho e subir uma trilha cheia de pedras é possível chegar aos pequenos labirintos formados ao longo do vale e curtir de um visual único. Inclusive, aqui em Putangirua foi filmada uma cena do filme “O Retorno do Rei” da trilogia “O Senhor dos Anéis”, onde Aragorn, Gimli e Legolas caminham em um terreno rochoso e desolado, conhecido como Caminho dos Mortos, para negociar com o exército dos mortos antes da batalha em Minas Tirith e também a sequência inicial do filme de terror trash “Brain Dead”, ambos dirigidos por Peter Jackson.

wellington nova zelandia


Deixando a baía de Palliser Bay para trás, rumamos em direção a Wellington pelas pequenas cidades de Upper Hutt e Lower Hutt, cidades satélites da região metropolitana de Wellington.

Vários locais ao redor da região metropolitana de Wellington foram utilizados como cenários para a trilogia “O Senhor dos Aneis”, mas muitas delas passaram por tantas alterações que são simplesmente irreconhecíveis. A mais notável delas seria o Parque Regional de Kaitoke, onde foram gravadas as cenas de Rivendell, casa de Elrond meio-elfo.

O parque apresenta várias trilhas e pontes com um visual incrível, e o exato local onde foram filmadas as cenas de Rivendell é muito bem sinalizado e possui várias informações sobre como as filmagens foram conduzidas aqui.
wellington nova zelandia

Última parada da Ilha Norte, Wellington merece todo destaque de uma Capital. Infelizmente metade do meu tempo foi perdido para renovar meu visto, e na outra metade tive que dividir entre conhecer um pouco a cidade e aproveitar a vida noturna com o povo que conheci no hostel.

Além de vários museus, em Wellington estão os prédios do Governo da Nova Zelândia, onde é possível fazer um tour gratuito e conhecer melhor como é dividida a estrutura governamental do país, como o Beehive (Colméia). Outra ponto turístico da cidade é o Cable Car, que é um bondinho que até hoje leva as pessoas até a parte mais alta da cidade.

wellington nova zelandiaWellington é também a cidade natal de Peter Jackson, diretor de filmes como “O Senhor dos Aneis”, “O Hobbit”, “King Kong” e “Brain Dead”, e sua parceria com alguns produtores cinematográficos locais criou o Weta Cave Studios, que foi a empresa responsável por toda computação gráfica, réplicas e miniaturas de itens utilizados em seus filmes e em muitas outras produções Hollywoodianas como “Avatar”, “Distrito 9”, “As Aventuras de Tin Tin” entre outros. Além do museu, onde é possível ver várias das réplicas utilizadas em vários filmes, um tour guiado pela linha de produção do estúdio pode ser feito por NZ$20.

Sério, Wellington é uma cidade tão, tão, tão legal que estas poucas informações aqui não seriam justas e prometi a mim mesmo voltar aqui após rodar pela Ilha Sul e fazer um post exclusivo sobre “A menor e mais legal Capital do Mundo”.
wellington nova zelandia


Após alguns dias em Wellington, era hora de dizer até logo para a Ilha Norte e atravessar com o carro através da balsa para a Ilha Sul, onde novas e diferentes paisagens e aventuras me aguardavam!

wellington nova zelandia

 

Post Anterior
Próximo Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »